Artigo: Ser bombeiro é ter disciplina, foco e determinação

Que menino nunca sonhou em ser bombeiro? Eu não sou diferente da maioria.
Desde pequeno tinha esse sonho. Sonhava em ser bombeiro; vestir aquela roupa que parecia ser de um super-herói, salvar vidas, ser admirado por onde passa e ter o respeito das pessoas.
Mas a vida nem sempre acontece como nos nossos sonhos de criança.
O tempo passou e, na adolescência, por dificuldades financeiras, priorizei o trabalho ao invés do estudo. E, por esse motivo, quando a oportunidade de ingressar na corporação de bombeiros militares surgiu, perdi a chance. Não tinha o mínimo exigido para participar do processo de seleção, o ensino médio. Por isso mesmo sempre friso aos jovens a importância de não se abandonar os estudos por motivo algum.
Segui outro caminho. Fui muito bem acolhido no Parque Dom Bosco, retomei os estudos e construí a minha carreira como educador numa obra social que trabalha com prevenção. Será coincidência?
E foi justamente no Parque Dom Bosco que o sonho veio à tona novamente. Através de uma parceria entre o Parque Dom Bosco, o Corpo Militar de Bombeiros de Santa Catarina, o Governo Federal, o Ministério da Justiça, a Secretaria Nacional de Segurança Pública e a Brigada Comunitária de Santa Catarina, surgiu o Curso de Formação de Brigada Comunitária de Itajaí.
Foram 80h/aula, divididas entre atividades teóricas e saídas de campo e, para encerrar o curso, participamos de um acampamento na área do Exército Brasileiro em Blumenau. O treinamento contou com atividades de sobrevivência e contenção de focos de incêndio. Além de sermos capacitados para contenção de possíveis sinistros, também realizamos vistorias nas residências da comunidade para orientar a população.
No dia 3 de novembro de 2010 participei de uma sessão solene no 7º Batalhão de Bombeiros Militar de Itajaí e me tornei oficialmente brigadista. Era o meu sonho se tornando realidade! A emoção foi grande.
E como sempre falo aos jovens que devemos buscar o aprimoramento constantemente, em 2012 participei de um curso de socorrista e não parei mais.
Atualmente, estou cursando outro curso de socorrista, este mais avançado, e atuo como Bombeiro Comunitário no 7° BBM. Presto 24 horas de serviço voluntário por mês. Amo a minha farda e o que ela representa: disciplina, foco e determinação. Para mim, que sempre defendi o voluntariado, é muito gratificante poder exercer essa função. Salvar e resgatar vidas faz parte do nosso trabalho e auxiliar os bombeiros militares é um aprendizado diário. Esses profissionais valorizam a vida do próximo e merecem todo nosso respeito e admiração. Eles valorizam a prevenção e tem consciência que na nossa casa está o que temos de mais valioso: os nossos familiares. Por isso, nesse mês que é dedicado a eles, fica aqui o meu agradecimento.



Giovani Felix (Vereador de Itajaí e Bombeiro Comunitário)

Vereador recebe realeza da Festa Nacional do Colono

O vereador Giovani Felix recebeu na Câmara de Vereadores de Itajaí, no dia 10 de julho, a visita da Rainha da Festa Nacional do Colono, Pâmela Cristina Gallon, de 15 anos, da Comunidade do Rio do Meio. Ela estava acompanhada da 1ª Princesa, Maria Eduarda Vieira, de 16 anos, da comunidade do Km 12 e da 2ª princesa, Rafaela Martins Bacca, de 17 anos, do bairro São Roque. A garota simpatia, Stefany Vieira, de 15 anos, que representa a Itaipava também estava presente. A 32ª Festa Nacional do Colono está marcada para o período de 24 a 27 de julho, no Parque do Agricultor Gilmar Graf, situado na Rua Mansueto Felizardo Vieira, nº 557, na comunidade rural da Baía.




Programa do Governo Federal beneficia famílias de Itajaí

O vereador Giovani Felix está acompanhando as obras do Residencial São Francisco, no Bairro Espinheiros. A previsão de entrega das 496 unidades habitacionais, destinadas às famílias que hoje vivem em área de manguezal no Imaruí I e II ou que moram em área de risco na localidade de Canhanduba, é dezembro de 2014. “O sonho de muitas famílias está se tornando realidade graças ao Programa Minha Casa Minha Vida do Governo Federal”, enfatiza Giovani.



Cedin Verde Vale recebe visita do vereador Giovani Felix

As crianças que frequentam o Centro de Educação em Tempo Integral, o CEDIN – Verde Vale, receberam no dia 9 de julho a visita do vereador Giovani Felix. A Coordenadora Fabiane Stoltz, explica que a unidade atende 97 alunos, e destes, 67 na faixa etária de 06 a 14 anos frequentam as atividades no contraturno escolar e 30, com idade entre 5  e 6 anos, são atendidos em tempo integral. Os educandos participam de cursos de artesanatos e recebem apoio nas tarefas escolares. “Sempre trabalhei com crianças e adolescentes e gosto muito de acompanhar o que está sendo desenvolvido no município. Temos que oferecer o que há de melhor na formação dos pequenos, afinal, são eles que serão responsáveis pela sociedade no futuro”, afirma Giovani.








Vereador Giovani fiscaliza obras da ciclofaixas na Avenida Contorno Sul

Na manhã de 9 de julho o vereador Giovani Felix visitou as obras das ciclofaixas na Avenida Abrahão João Francisco, a Contorno Sul. O prazo previsto para conclusão da obra é de 300 dias e a mesma será executada até a rua Uruguai nos dois lados da via. “É meu papel como vereador fiscalizar as obras do executivo para que os prazos sejam cumpridos e que os itajaiensens recebam as melhorias solicitadas o mais rápido possível”, afirma Giovani.








Vereador visita Centro de Educação Infantil

Crianças do Centro de Educação Infantil, Dayana Maria de Souza, receberam a visita do vereador Giovani Felix no dia 9 de setembro. O CEI atende 306 alunos na faixa etária de 0 a 06 anos. “Estou visitando os CEIs para acompanhar a alimentação escolar que é servida aos educandos. É investido um valor muito alto nessa área e precisamos cobrar da empresa terceirizada qualidade e quantidade apropriada aos atendidos”, enfatiza Giovani.






Centro de Educação Infantil recebe visita do vereador

O Centro de Educação Infantil Professora Ermelinda Potter, recebeu a visita do vereador Giovani Felix no dia 9 de julho. O CEI atende em torno de 100 crianças com idade entre 2 e 5 anos. “Procuro acompanhar o trabalho desenvolvido na área da educação no município, porque acredito que essa é a base para a formação de uma sociedade mais justa e igualitária. O executivo precisa investir cada vez mais numa educação de qualidade para que no futuro possamos ter cidadãos mais éticos e responsáveis”, acredita Giovani.